CONTRAPÉ | SALTO COM VARA FEMININO CRESCE INSPIRADO NAS CONQUISTAS DE FABIANA MURER

Fabiana Murer - Salto com Vara

CONTRAPÉ | SALTO COM VARA FEMININO CRESCE INSPIRADO NAS CONQUISTAS DE FABIANA MURER

2 de julho de 2016

Várias ex-ginastas, assim como a vice-campeã mundial, do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, escolheram a modalidade, como mostrou a qualificação do Troféu Brasil, com 25 meninas

287575_617840__osf9981__2300x1531_

Karla, Ana Carolina, Nicole, Fabiana, Ayla e Juliana: duas gerações no Troféu Brasil

São Bernardo do Campo – A vice-campeã mundial Fabiana Murer e Karla Rosa, sua companheira de treinos no Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, não tiveram dificuldades para garantir presença na final do salto com vara do XXXV Troféu Brasil Caixa, que será disputada no domingo (3/7/2016), às 10h05, na Arena Caixa. Mas o que chamou a atenção foi a realização de uma qualificatória, com 25 atletas inscritas – Fabiana e Karla se classificaram com 3,63 m.

“Eu disputei meu primeiro Troféu Brasil em 1998 e nunca teve uma qualificatória”, disse Fabiana Murer. “O índice (para entrar na prova) diminuiu em relação ao ano passado, no feminino e no masculino. Mas, no masculino, não teve essa quantidade de atletas. Então, tem mais meninas fazendo salto com vara, e acho que também por causa dos meus resultados. É legal ter estimulado as meninas a fazer a prova. Espero que saiam boas atletas para continuar o que eu fiz”.

Das 25 inscritas, 17 atletas têm 20 anos ou menos. “É muito legal para elas vir fazer a qualificação com a Fabiana, que é um modelo. É uma grande oportunidade”, disse o técnico Elson Miranda. “Mas o nível técnico também precisa subir.” Fabiana entrou na pista de tênis (não usou sapatilha) e fez uma corrida de dez passadas – em sua marca normal de corrida, utiliza 18 passadas. “Sabia que era um salto bem tranquilo, por isso eu usei tênis. Fiz dois saltos porque no primeiro a minha mão grudou na vara, aí tive que fazer mais um. Foi um aquecimento para amanhã.”

Entre as jovens atletas na prova, quatro entraram no Troféu Brasil para defender o Instituto Elisângela Maria Adriano (IEMA), núcleo de categorias de base do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA sediado em São Caetano do Sul. Nicole Barbosa, de 17 anos; Ana Carolina Dias, de 18 anos; Ayla Sakamoto Silva, de 19 anos; e Juliana de Menis Campos, de 19 anos, treinam no mesmo local que Fabiana Murer. Deste grupo de novatas, Ayla e Juliana – também treinadas por Elson Miranda e que vieram da ginástica artística para o salto com vara – foram à final com 3,53 m.

“Esse é o meu primeiro Troféu, e minha primeira qualificação. Estou bem contente de poder participar. É uma pressão ter de passar a primeira altura”, disse Ayla. “Eu já estive no Troféu, mas não precisei disputar a qualificação antes. É meio estranho, a gente sabe que tem condição de passar, mas fica nervosa”, acrescentou Juliana.

Patrocinadores

© Copyright 2016 Fabiana Murer