CONTRAPÉ | FABIANA RECEBE PREMIAÇÃO EM OURO E PROJETA TEMPORADA DE 2016

Fabiana Murer - Salto com Vara

CONTRAPÉ | FABIANA RECEBE PREMIAÇÃO EM OURO E PROJETA TEMPORADA DE 2016

14 de setembro de 2015

O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA reconhece os resultados da atleta no Mundial de Pequim com uma barra de ouro de 300 gramas e recebe o prêmio das mãos do diretor presidente da Bolsa, Edemir Pinto.

AAAAAA

São Paulo – A saltadora Fabiana Murer foi premiada na sexta-feira (11/9/2015) pelo Clube de Atletismo BM&FBOVESPA pelos excelentes resultados conquistados nesta temporada. Fabiana, que ganhou a medalha de prata no Pan de Toronto recebeu uma barra de ouro de 300 gramas como reconhecimento pelos resultados. Junto com Fabiana também foi premiada a corredora Juliana Gomes dos Santos, ouro nos 5.000 metros no Pan de Toronto.

“Sinto uma emoção especial em premiar essas duas atletas, pois elas simbolizam o espírito de luta e dedicação do nosso Clube”, afirmou Edemir Pinto, diretor presidente da BM&FBOVESPA, que entregou o prêmio a Fabiana. “Para a BM&FBOVESPA, é um orgulho e uma honra investir há mais de uma década no atletismo brasileiro, parte indispensável do nosso compromisso com o desenvolvimento do Brasil. Às vésperas de uma Olimpíada em nosso país, esse compromisso se transforma em inspiração, um combustível a mais que nos impulsiona e guia.”

Após a premiação, as atletas conversaram com os jornalistas e já falaram sobre a próxima temporada, que terá como ponto alto a disputa dos Jogos Olímpicos Rio 2016, em agosto. Para Fabiana Murer, o ano de 2015 foi oficialmente encerrado esta semana – na terça-feira (8/9/2015), ela disputou e venceu o IAAF World Challenge em Zagreb, na Croácia, terminando a temporada como vice-líder do ranking mundial (com 4,85 m, recorde sul-americano) e top 10 do mundo pelo décimo ano consecutivo.

Fabiana já tem índice para disputar a terceira Olimpíada da carreira – garantiu a marca logo na primeira competição da temporada ao ar livre, o Troféu Brasil, em São Bernardo do Campo, ao vencer o torneio com 4,65 m (o índice é de 4,50 m). Ansiosa para curtir as merecidas férias, a saltadora voltará aos treinos em meados de outubro.

“Vou manter o que tenho feito todos esses anos. No meio de outubro volto a treinar e assim fico até o fim de janeiro. Em fevereiro, começo a temporada indoor – devo competir na Europa e o Mundial de Portland, nos EUA. Aí volto para o Brasil para treinar para a temporada em pista aberta. Vou fazer competições lá fora, mas ainda não saiu o calendário.”

Fabiana ainda lembrou que 2016 marcará seu último ano da carreira. Mas, apesar de ter fixado a aposentadoria, prefere não pensar muito nisso: o foco é a preparação para o Rio. “Acho que a Olimpíada no Brasil foi um ponto importante para me manter motivada, porque até tinha pensado em parar antes. Às vezes bate uma tristeza, em pensar que (a carreira)está acabando. Mas eu sempre quis parar no topo, não em decadência. Mas agora só penso na Olimpíada, e quero aproveitar cada momento de cada competição.”

O Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, rumo aos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, tem parceria com Pão de Açúcar, CAIXA, Prefeitura de São Caetano e Nike.

Patrocinadores

© Copyright 2016 Fabiana Murer